sexta-feira, 20 de maio de 2011

Personalidade da Semana: Ronnie James Dio




Essa semana faz um ano que Ronnie James Dio deixou os fãs de Metal mais tristes. No dia 15 de maio de 2010 ele perdeu sua luta contra o câncer.

Esse post é uma homenagem a esse cara que era pequeno de estatura, mas um gigante na vida, dentro e fora dos palcos.

Conhecido por sua simpatia e atenção junto aos fãs, Dio teve uma carreira promissora, passando por bandas importantes do Hard Rock e Heavy Metal, como o Rainbow, Black Sabbath e DIO.

Entretanto, sua maior contribuição para o Metal, certamente foi a invenção dos "chifrinhos" (hand horns, ou satan fingers, ou the goat, ou Devil´s horn, tanto faz). Na realidade, conta ele que quando era pequeno (menor ainda ?!), sua vovó italiana, o levava para dar uma volta no parque. E sempre que alguém passava por eles, olhava torto e pensava "que véia escrota e que molequinho feio da porra!" a sábia anciã fazia os "chifrinhos" para o indivíduo. Ela ensinou o jovem Ronnie que aquele gesto espantava os maus olhares. E Dio aprendeu a lição e nos ensinou...




Mas muito antes do Rainbow, James Dio já cantava e compunha muito no ELF. E antes do ELF houve o The Elves. E antes o Electric Elves, e antes... bem, a lista é grande. Fato é que Dio sempre esteve envolvido com músicas e bandas.

Tenho aqui gravações de 1958 !!!! Do tempo de Elvis Presley! Costumo dizer que antes de ser o Deus do Metal, Dio era o verdadeiro Rei do Rock! Só dizem que Elvis é o Rei porque ele era bonito e alto.... senão era Dio na fita!

Fora dos palcos Dio foi um homem excepcional. Em 1985 fundou uma entidade para ajudar crianças carentes na África. Para levantar fundos para a campanha, Dio reuniu cerca de 40 artistas sob o título de Hear ´n´ Aid e gravou uma música ( nos moldes de We Are The World, mas metal hehe). A faixa Stars, escrita por Dio arrecadou mais de 1 milhão de dólares para os pequenos!

Meses antes de ter seu câncer descoberto, ele e a mulher participaram da campanha da Brittany Foundation, uma ONG que cuida de cães abandonados. Ele usava sua imagem para chamar a atenção do público para os animais abandonados.

O corpo dele foi-se, mas seu legado musical e humano permanece.

R.I.P. DIO





Link: Dio explica os chifrinhos

Link: Vídeo de Stars -- Hear n Aid



CDX

Um comentário:

Erasmus Garp disse...

muito bom o post CD