quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Fábulas fabulosas para uma juventude non-sense:

Ando sem idéia para escrever uma nova Fábula. Mas para meu deleite sem fim conto com a colaboração de blogs e sites de infinito prestígio. É o caso do site do Aubilbuaobo, que no dia 18 de março de 2009 nos brindou com essa orgasmática fábula sensacional:


A Lebre e a Tartaruga

Por Jão do Aubilbuaobo

"A lebre estava se vangloriando de sua rapidez, perante os outros animais:
- Nunca perco de ninguém. Desafio a todos aqui a tomarem parte numa corrida comigo.
- Aceito o desafio! Disse a tartaruga calmamente.
- Isto parece brincadeira. Poderei dançar à sua volta, por todo o caminho, respondeu a lebre.
- Guarde sua presunção até ver quem ganha. recomendou a tartaruga.

A um sinal dado pelos outros animais, as duas partiram. A lebre saiu a toda velocidade. Mais adiante, para demonstrar seu desprezo pela rival, deitou-se e tirou uma soneca.

A tartaruga continuou avançando, com muita perseverança. Quando a lebre acordou, viu-a já pertinho do ponto final e não teve tempo de correr, para chegar primeiro, pois uma aguda dor consumia seu ânus. A tartaruga havia comido o toba da lebre enquanto esta dormia."

Moralzinha babaca:
"Apressado come cru. O paciente come o cu mesmo"

Postado por Jão


Fonte: http://aubilbuaobo.blogspot.com


(Copiei na cara larga mesmo! Tô nem aí!)


CDX

2 comentários:

Erasmus Garp disse...

HuaHuahUa.. essa eu lembro.. foi de lá q vc teve a idéia de escrever essas fábulas?

CDX, ainda omisso disse...

Pior que nem foi.... puta coincidência!

Só fui descobrir essa fábula do João esses dias!